TIPOS DE PISOS E O QUE LEVAR EM CONTA NA ESCOLHA

08/01/2019

Se você está escolhendo um piso, saiba que isso pode ser bem complexo, até mesmo para os arquitetos e designers de interiores.

Isso ocorre devido a variedade quase infinita de materiais, acabamentos, cores e formatos. E tudo isso pode dificultar qual piso escolher, por isso, é importante que você tenha se baseado em critérios que vão além da estética e do custo.

Pensando nisso, nós listamos neste post, algumas coisas que devem ser levadas em consideração para a sua decisão de compra.

Veja a seguir.

  

Porcelanato

Resultado de imagem para porcelanato

O porcelanato é produzido com uma mistura de porcelana e outros minerais. Isso gera uma peça homogênea, densa e vitrificada, além disso, essa composição resulta em um material muito mais resistente do que as cerâmicas convencionais, sem possuir o aspecto poroso.

Apresenta também uma excelente durabilidade, aparência e uma grande resistência mecânica.
A sua limpeza pode ser realizada com pano úmido e detergente neutro.

A sua instalação não é indicada para locais frios, e é bom saber que as peças no modelo polido se tornam escorregadias quando entram em contato com a água.

 

Pisos de Pedra

Imagem relacionada

Esses pisos são considerados frios, sendo assim excelentes para locais de clima quente. Eles conseguem manter a temperatura mais baixa, além de apresentarem uma alta resistência mecânica, o que os tornam ideais para locais de alto tráfego com ambientes comerciais.

Os tipos mais comuns são mármores, granitos e basalto.
O indicado é impermeabilizar esse tipo de piso, para que assim você consiga evitar manchas no piso. Eles duram a vida inteira se bem impermeabilizados e limpos sem produtos abrasivos.
Se a sua ideia de aplicação for em ambientes externos, prefira pedras sem polimento, pois assim, não ficará escorregadio.

 

Pisos de Madeira

Resultado de imagem para pisos de madeira

São considerados pisos quente, e são indicados para quartos e salas. Além disso, os pisos de madeira apresentam uma grande durabilidade, uma vez que se estiver gasto o mesmo pode ser restaurado.

Podendo ser em Assoalho, Taco ou Parquet, são instalados encaixando uma peça na outra e parafusadas no contra piso, além disso, as peças recebem uma lixa e também resina, para receber o acabamento com brilho ou fosco.
No geral, esse tipo de piso pode ser instalado em qualquer ambiente, desde que seja livre de umidade. Pois em contato com a água pode manchar e danificar o seu acabamento.

 

Pisos com Cimento Queimado

Resultado de imagem para pisos de cimento queimado

Este é considerado um piso frio, e sua indicação é para climas mais quentes, além disso apresenta uma grande resistência à abrasão e é bem difícil de quebrá-lo.

É considerado uma opção rústica, elegante, extremamente versátil, durável e com um baixo custo para a sua realização.
Sua limpeza é bem simples, devido a sua superfície ser lisa, evitando assim o acúmulo de sujeiras.

Trincas e pequenas rachaduras fazem parte da estruturação desse material, e são elas que dão um visual mais urbano. Porém, grandes trincas podem acabar comprometendo a durabilidade e também a resistência do piso.

 

Pisos Cerâmicos

Resultado de imagem para pisos de ceramica

Também considerado um piso frio, os pisos cerâmicos são indicados para cozinhas e banheiros. No mercado há diversos modelos, os foscos, lisos, esmaltados, com ranhuras, pedras, mosaicos, tijolos, marmorizados e os que imitam madeira. Porém, vale ressaltar que essas imitações, não costumam ser tão convincentes.

Essa opção, é mais econômica que o porcelanato, ela não mancha e a limpeza é fácil de ser feita. Este material possui uma absorção de água, porém, acaba não sendo muito resistente, o que pode fazer com que a peça apresente algumas lascas. O rejunte dessas peças são mais largos que os do porcelanato, e acabam com o tempo ficando encardido.

 

Piso Laminado

Resultado de imagem para pisos laminado

Os pisos laminados são placas de 8mm, a sua instalação é rápida e fácil, podendo ser instalada até sobre outros pisos.
Considerado um piso quente, é indicado para quartos e salas, para que assim, o piso consiga trazer mais conforto e aconchego para o ambiente. Sua limpeza, é realizada com pano úmido, sem cera.

A sua instalação é realizada sobre mantas de polietileno o que protege o piso da umidade e também funciona como isolante acústico.
É importante saber, que o contato com água ou sol podem acabar deformando a peça.

 

Piso Vinílico

Resultado de imagem para pisos de madeira

O piso vinílico é considerado um piso quente, o que traz mais conforto e aconchego, além disso esse piso apresenta um ótimo desempenho acústico, além de ser muito resistente ele não arranha, é antialérgico, sua limpeza é bem fácil de ser feita, e é bem mais resistente a água do que o laminado.
A espessura deste material varia de 2 a 3mm. E sua instalação pode ser feita com cola ou então por encaixe. Porém, vale ressaltar que a sua instalação pode realçar algumas imperfeições presentes no contrapiso. Além disso a sua instalação não é recomendada para ambientes externos ou então áreas que possuam muito contato com água, como é o caso dos banheiros.